*5, 31 de março

by

  • Magno Caliman

    A série especial sobre a Música Experimental no Brasil teve início há 2 meses, com o Alessandro Santana nos contando como vão as coisas na capital do menor estado brasileiro. Desde então, temos podido viajar pelo país, conhecendo um pouco as realidades tão distintas das cenas para a música nova.

    Hoje, quem nos faz viajar é o Magno Caliman, em um texto especial sobre Vitória, no Espírito Santo. Magno discute alguns caminhos que vêm tomando não apenas a música de invenção mais ligada à academia, com especial destaque às mudanças da UFES nos últimos tempos, mas também os da cena hardcore, lembrando que bandas como Mukeka di Rato, Merda, Morto Pela Escola, Dead Fish e Os Pedrero são do estado!

    Como incentivo a sua leitura, adiantamos que a banda Merda é comparada a um dos ícones do música noise internacional! Leia o texto e não deixe de ouvir os exemplos que nos traz o Magno…

    Por fim, lembramos que os outros textos da série podem ser lidos aqui. E que a próxima edição da série contará com um texto da Lilian Nakahodo sobre Curitiba!

    Desejamos a todos uma agradável leitura! 

     

    MAGNO CALIMAN: Ilha da contradição
    “criar cena de música experimental em vitória é mole. capixaba gosta de tosquice/coisa estranha/barulheira do inferno. é a terra do hardcore porra”

     

    Próximas edições:
    #9, 7 de abril, com os colunistas regulares
    *6, 14 de abril, com Lilian Nakahodo

     

     

    linda!

    Full Screen Popup Powered By : XYZScripts.com