#21, 13 de outubro

by

  • #21

    Mais uma semana cheia de atividades, com direito a uma linda cheia de ótimas colunas. Para começar, temos a estreia da instigante coluna de Alessa, que hoje pensa conexões entre o mundo da canção e o da ficção científica, passando por ícones da música brasileira como Caetano Veloso e Arrigo Barbabé.

    O Caio Kenji continua sua coluna falando sobre criar músicas hoje, enquanto o Bruno Fabbrini faz um contraponto ao ruído, e desta vez fala sobre o silêncio e suas câmaras anecoicas. O Luis Felipe Labaki escreve a partir da provocação da última coluna do Sérgio Abdalla, enquanto o Sérgio, que faz parte de uma banda, fala sobre essa o conceito próprio de ser banda.

    A Natália Keri continua sua coluna quinzenal inspirada em notáveis obras da História da Música Eletroacústica, hoje escrevendo a partir da obra Artikulation de György Ligeti. E a Vanguarda Sul Americana de Nova Música nos traz a música do projeto carioca Adeus.

    Por fim, convidamos os leitores paulistanos a dois eventos do NME que tomam a cidade. Na quinta-feira, 16 de outubro, ao longo do dia, haverá a intervenção In Deriva, de Agel Pimenta e Alessa, na Praça Roosevelt, no centro de São Paulo. E, na sexta-feira, 17, Luis Felipe Labaki, Julia Teles e Tiago de Mello farão a trilha para o clássico do cinema mudo brasileiro São Paulo, Symphonia da Metrópole, na Biblioteca Pública Viriato Correa. A entrada é gratuita, e você pode ter mais informações no evento: https://www.facebook.com/events/603021483153283/

    Como sempre, desejamos a todos uma agradabilíssima leitura!

    LUIS FELIPE LABAKI: Força centrípeta, audiovisual, não-musical.

    SÉRGIO ABDALLA: sobre a banda

    CAIO KENJI: É preciso saber programar para fazer música eletroacústica?

    NATÁLIA KERI: A máquina

    ALESSA: Devaneios sobre Tecnologia, Sci-Fi e Canção.

    BRUNO FABBRINI: Em busca do silêncio

    VANGUARDA SUL AMERICANA DE NOVA MÚSICA: Adeus – Lento

    linda!

    Full Screen Popup Powered By : XYZScripts.com