#2, ano 2, editorial

0 Posted by - 23/02/2015 - #2, ano 2, editorial

  • Chegamos ao mês de fevereiro com a segunda edição da linda em seu novo formato mensal e muito mais simpático. Nossos autores tratam, como sempre, essencialmente de assuntos ao lado das preocupações mais básicas e comuns em música eletroacústica, em música experimental, em artes em geral. Porque as preocupações mais básicas já estão cansadas de si, e nós, delas.

    Capas de disco, qual sua história material e social?, pergunta Bruno Fabbrini. Estamos ficando surdos, mas e os que já o são? E a música com isso?, pensa Lilian Nakao Nakahodo. Clicamos em tanta coisa, não sabemos o que estamos fazendo, porque estamos ouvindo tudo isso?, indaga-se Caio Kenji. Audiogenia: será que esse som sai bem no áudio (e será que existe isso)? , estuda Lucas Rodrigues Ferreira.

    Quando ganhou seu primeiro teclado, um da Cassio, Tiago de Mello diz que enveredou mais pela composição do que pelo tecladismo. Quando leu Eisenstein falando sobre montagem atonal em cinema (!), Luis Felipe Labaki diz que entendeu errado, e que não é bem por aí. Quando pensou em cantar e experimentar, Alessa percebeu que o essencial da canção experimental, se é que existe, pode ser sua própria morte como canção. Quando pensou em som, Luisa Puterman clicou em tudo o que encontrou, e nos trouxe um relatório do que achou de mais sério. Quando pensou em técnica, Roberto Votta não sabia se a música era um saber ou uma tecnologia, e perguntou a Heidegger. Quando duvidou se a subversão era uma versão ou uma composição, Julia Teles descobriu muitas versões de tudo no youtube.

    E temos uma coluna nova este mês! A dupla Francisco de Oliveira e Max Packer (ou Chico e Max) pensa sobre como experienciar a graça das desproporções entre nós, nossa música e nosso mundo, partindo da praia e do banhista.

    Daniel Puig continua firme e forte com sua série de entrevistas com grandes eletroacústicos do Brasil, desta vez com a compositora Denise Garcia. E, por fim mas sempre começando, Adam Matschulat da Vanguarda Sul Americana de Nova Música traz uma resenha sobre Felipe Villasanchez, artista paulistano no começo de sua aventura na arte sonora.

    Como não deixará de acontecer, temos nosso artista convidado da edição. Dessa vez, trouxemos nas imagens e capa da linda os autorretratos de webcam de Pedro MoreiraProfile pictures.

    Desejamos a todos uma ótima leitura!, e que essa edição de fins de carnaval encontre nossos leitores já prontos pra outra.

    Sérgio Abdalla

    No comments

    Leave a reply

    Full Screen Popup Powered By : XYZScripts.com