#16, 21 de julho

by

  • linda#16

    Há um mês, lançamos a linda-i, uma coletânea revisada e ilustrada (e, por fim, traduzida para inglês) do melhor da nossa revista semanal. Muitos foram os comentários positivos que recebemos, entre eles, da direção do Le Monde Diplomatique Brasil, uma revista mensal muito bacana, em língua portuguesa. Junto aos elogios à nossa revista, veio também um convite para que escrevêssemos um artigo para seu site. E, para nossa surpresa, eles gostaram do artigo e acabamos saindo na versão impressa de julho agora, que está nas bancas!

    Se você quiser conhecer um pouco do que alguns autores da linda têm pensado sobre o mundo da Música Eletroacústica, vale a pena ler! NME: No Brasil, sons são música! {:

    E, felizes com esse reconhecimento, lançamos hoje o décimo sexto número de nosso hebdomadário online. Hoje, alguns compositores falam de outros compositores. O Ivan Chiarelli analisa o empreededorismo de Karlheinz Stockhausen, um dos criadores da música eletroacústica como a temos hoje. Já o Felipe Carrilho, dentro da coluna do Bruno Fabrinni, fala sobre o Jorge Ben, antes do Jor. Já o Tiago de Mello analisa A Bossa Nova É Foda, de Caetano Veloso.

    Já a Natália Keri escreve, hoje, a partir da emblemática I’m Sitting In A Room, a obra-performance-instalação de Alvin Lucier, enquanto o Sérgio Abdalla discute a criação de músicas novas num mundo tão barulhento e o Francisco de Oliveira fala um ponto pouco falado sobre o processo criativo em música: quando ele deixa de ser seu. Por fim, a Julia Teles debate o termo “experimentalismo”.

    Como sempre, desejamos a todos uma agradabilíssima leitura!

     

    JULIA TELES: Experimental por quê?

    SÉRGIO ABDALLA: paguei por esse sonzinho

    TIAGO DE MELLO: Entre gregos e tropicalistas: a bossa nova é foda

    NATÁLIA KERI, a partir de ALVIN LUCIER: Habitual

    IVAN CHIARELLI: “Festival” stockhausen

    FRANCISCO DE OLIVEIRA: Uma peça sem compositor

    FELIPE CARRILHO, na coluna de BRUNO FABBRINI: Alquimia sonora

     

    Próximas edições:
    *13, 28 de julho, com Beto Mejía e a música experimental em Brasília
    #17, 4 de agosto, com os colunistas regulares

     

    linda!

    Full Screen Popup Powered By : XYZScripts.com