*15, 8 de setembro

by

  • Daniel Lemos

    Adorno, Schaeffer, Nine Inch Nails e o Boi do Maranhão. Quando convidamos o Daniel Lemos a escrever sobre a Música Experimental em São Luís, nunca esperamos que esses quatro personagens pudessem coexistir em um texto tão lúcido e claro sobre os experimentos sonoros do estado mais ao norte do Nordeste brasileiro.

    Não adianta explicarmos como é possível termos isso tudo junto; tudo que nos cabe é simplesmente recomendar a leitura do texto do Daniel!

    E, antes de desejar uma agradabilíssima leitura a todos, gostaríamos de lembrar que nesta semana, quinta-feira, às 19h, começam nossas atividades de aniversário. Com entrada gratuita, o NMEaniversário#3 será comemorado no Centro Cultural São Paulo. Mais informações, no evento! https://www.facebook.com/events/1526599410909324/

    Além disso, lançaremos nossa primeira revista impressa! A linda foi editorada pela Editora Medita, e já está em pré-venda aberta. Para aqueles que não puderem comprar na quinta, entregamos em qualquer estado do Brasil, e no exterior também! Saiba mais em http://www.editoramedita.com.br/#!prximos-livros/cz53

    Por fim, tenham todos uma ótima leitura, e venham comemorar nosso aniversário conosco!

     

    DANIEL LEMOS: Música Experimental em São Luís: Identidades
    Lamentavelmente, as Políticas Públicas de Cultura brasileiras são a personificação do pior pesadelo de Theodor Adorno. No caso do Maranhão, onde simplesmente não existem editais de apoio à diversidade cultural, a situação é ainda pior, pois os grupos acabam sendo apoiados por sua capacidade de atender ao público, e não à originalidade do trabalho. E mesmo sob toda esta adversidade, muitos músicos continuam investindo na música experimental, movidos pela mesma paixão que possui qualquer profissional da Música. 

     

    linda!

    Full Screen Popup Powered By : XYZScripts.com