#12, 26 de maio

by

  • #12

    Nesta semana, voltamos à linda regular! Semana passada, demos uma parada para trazer até você uma edição especial, a linda-i, em pdf,em português e em inglês e com dois textos inéditos: Onde estão elas, as compositoras?, da Julia Teles; e Conversa com Eva Sidén e Jens Hedman, de Sérgio Abdalla.

    Em uma semana, a linda-i teve mais de 5 mil acessos, com leitores de 16 países. Você já deu uma olhada?

    Em Português[baixe a revista] [leia online]

    In English! [download the magazine] [read online]

     

    Sobre a edição de hoje, temos o prazer de ter a estreia a Julia Teles, agora como nossa colunista regular! Em seu texto de abertura, ela nos conta a experiência que passou ao compor a sua primeira trilha sonora! Além disso, um tema comum a vários textos nesta edição é a educação musical: se o Francisco de Oliveira discute pontos concernentes ao ensino da harmonia, o Ivan Chiarelli fala do começo da formação musical e o Bruno Fabbrini fala da educação em geral.

    Já a Natália Keri dá continuidade a sua coluna de textos criados a partir de obras musicais inéditas, hoje com uma composição do Sérgio Abdalla. Ele, por sua vez, conversou com o Tiago de Mello, que escreveu a partir de ideias do Ricardo Lira, que, por fim, escreveu sobre a Virada Cultural de São Paulo.

    Aproveite bem esta edição, em uma agradabilíssima leitura!

     

     

    JULIA TELES: Minha primeira trilha sonora

    SÉRGIO ABDALLA: reconhecer-se por fora [conversa com Tiago de Mello]

    TIAGO DE MELLO: Onde vivem os projetos?

    BRUNO FABBRINI: Ghostbusters – O(s) fantasma(s) se diverte(m).

    RICARDO LIRA: O que não entra na Virada?

    NATÁLIA KERI: Supernova

    FRANCISCO DE OLIVEIRA: Campo aberto

    IVAN CHIARELLI: um lugar por onde começar

     

     

    Próximas edições:
    *9. com o Valério Fiel da Costa
    #13, com os colunistas regulares

     

     

    linda!

    Full Screen Popup Powered By : XYZScripts.com